AS AULAS “CHATAS” DE FÁBIO

O CASO: Fábio, professor de Língua Portuguesa, parece reunir todas as condições que se consideram essenciais a um bom educador. Excelente formação acadêmica, ávido leitor, pesquisador interessado e extremamente capaz de se solidarizar com os colegas é reconhecido por todos, inclusive pela maior parte de seus alunos, como uma “pessoa extremamente simpática”, com grande potencialRead More…

Leia Mais...

A CLASSE INTEIRA DE ALUNOS INTELIGENTES

Um problema que aflige todo gestor ou profissional de educação que trabalha fora da sala de aula é a reclamação persistente dos professores sobre a heterogeneidade de sua classe. Representa um quase aforismo de todo mestre lembrar que alunos inteligentes se espalham em meio a outros limitados e que essa desigualdade não apenas impede aRead More…

Leia Mais...

A DEMISSÃO DA PROFESSORA MARIA LAURA

– Bom dia professora. Chamei-a até a minha sala para uma missão desagradável e difícil. Missão que cumpro com amargura, mas que se prende a minha condição e obrigação de Diretor deste estabelecimento de ensino. Chamei-a para comunicar que este ano letivo está chegando ao fim e que apos o encerramento das avaliações finais, aRead More…

Leia Mais...

EDUCAÇÃO E MUDANÇA

Existe uma perversa tendência de alguns professores pensarem a ideia de “mudança” atrelada à tecnologia e, dessa maneira, verbos como “” ou “inovar” sempre aparecem associados a novos recursos eletrônicos que olham como “coisas do passado” livros de papel, cadernos, lousas, lápis e canetas. Para estes, a mensagem da renovação denomina-se ensino on-line, tabletes, lousasRead More…

Leia Mais...

MAS ELE(A) NÃO TEM DIDÁTICA!

Quantas vezes já não ouvimos de alunos que reclamam, ou mesmo de colegas que comentam sobre outros professores, a afinação: – Sabe muito da matéria que ensina, mas não tem didática! Façamos uma breve análise de afirmações como essa, extremamente frequentes e, infelizmente, na maior parte das vezes, verdadeiras: O que significa não ter didática?Read More…

Leia Mais...

PROFESSOR IMPRESCINDÍVEL

A afirmação causou espanto e perplexidade. Mesmo partindo de Tonhão, simplório e falastrão, o que acabara de dizer deixou seus amigos de conversa atônitos, perplexos. Em meio a habitual conversa entre colegas em que futebol e mulher, não necessariamente nessa ordem, são os assuntos do momento, afirmar com convicção que era um “Lésbico” deixou aRead More…

Leia Mais...

COMO MINISTRAR CONTEÚDOS COM O COCHICHO?

O cochicho é um jogo operatório vibrante, que envolve emocionalmente os alunos, e se presta ao desenvolvimento de qualquer conteúdo curricular para qualquer série ou ciclo de estudos. Vale-se da organização dos alunos em grupos ou equipes de quatro a sete componentes e para seu desenvolvimento é essencial que o professor trabalhe um tema doRead More…

Leia Mais...

COMER TUDO OU COMEM BEM?

Imagine-se na fila, para se servir no restaurante. Seguindo tendência que no país inteiro se transformou em moda, esse também fornece refeições pelo sistema “self-services”. Você desembolsa um preço fixo e escolhe o que mais lhe convém, sem pensar que abarrotando o prato a proporção do custo lhe sai menor. Ao percorrer as estantes ondeRead More…

Leia Mais...

AJUDANDO DESPERTAR O GOSTO PELA LEITURA

Para alunos que se encontram em uma fase intermediária de seu processo de alfabetização, sendo capaz de identificar uma letra ou mesmo uma sílaba, é interessante, vez por outra, propor um “passeio pela escola” – ou quem sabe uma “excursão” por um supermercado próximo – solicitando que olhem e tentem “adivinhar” o que está escritoRead More…

Leia Mais...

PILARES DA EDUCAÇÃO

A quase totalidade das mesas existentes no mercado possui quatro pernas. A mesa do professor, a que fica na cozinha e as mesas metálicas que enfeiam calçadas, são exemplos que garantem essa certeza. O sereno e necessário equilíbrio ao apoio de uma boa mesa serve de metáfora para ensinar que a Educação que prepara oRead More…

Leia Mais...

PILARES DA EDUCAÇÃO

A quase totalidade das mesas existentes no mercado possui quatro pernas. A mesa do professor, a que fica na cozinha e as mesas metálicas que enfeiam calçadas, são exemplos que garantem essa certeza. O sereno e necessário equilíbrio ao apoio de uma boa mesa serve de metáfora para ensinar que a Educação que prepara oRead More…

Leia Mais...

A SALA DO FAZ DE CONTA

Qual o aposento mais importante de uma casa? A cozinha porque ali se realiza a magia de dar aroma e gosto a coisas esquisitas e transformar produtos horripilantes como peixe morto em inesquecível badejo ao coentro e alho? O quarto de dormir onde guerreiros e guerreiras amam e descansam? A sala que mesmo substituindo lareirasRead More…

Leia Mais...

O JOGO DE PALAVRAS E O ENSINAR A PENSAR

Existe a possibilidade de se ministrar um tema de História ou Geografia, Matemática ou Ciências, Língua Inglesa ou Portuguesa sem ficar à frente da classe expondo e, dessa forma, impondo a monotonia e o cansaço. Pode esse tema, posteriormente avaliado, garantir maior compreensão e lucidez por parte dos alunos, que se ministrado através de aulaRead More…

Leia Mais...

PIAGET E DARWIN

Existem coisas que aprendemos observando os outros, existem coisas que não é necessário que nos ensinem, pois na experiência com as coisas descobrimo-las, e existem coisas que aprendemos observando, ainda que divagando sobre elas, podemos melhor sobre as mesmas pensar. Absolutamente sozinhos podemos descobrir que em dia frio é melhor procurar o Sol, mas seRead More…

Leia Mais...

POR QUE EXISTEM ESCOLAS?

Escolas existem no mundo inteiro. Com variações, que envolvem bem mais os recursos do que se faz que propriamente a maneira como se faz, existem escolas no ocidente e no oriente, em países democráticos e em outros de marcante pressão ditatorial. Essa presença e uniformidade internacional da escola é, no mínimo, surpreendente. Não      seria possívelRead More…

Leia Mais...