O JOGO DE PALAVRAS E O ENSINAR A PENSAR

Existe a possibilidade de se ministrar um tema de História ou Geografia, Matemática ou Ciências, Língua Inglesa ou Portuguesa sem ficar à frente da classe expondo e, dessa forma, impondo a monotonia e o cansaço? Pode esse tema, posteriormente avaliado, garantir maior compreensão e lucidez por parte dos alunos, dos temas que se ministrado atravésRead More…

Leia Mais...

LIBERDADE SEM MEDO, MAS COM ORDEM.

Anos 1960. Comecei a lecionar aos 21 anos. Era a idade mínima permitida naqueles tempos. As aulas eram de Geografia, para o Curso Colegial, hoje Ensino Médio. Descobri que lecionar era tarefa muito fácil. Ao professor cabia ser autoritário e prepotente e a severidade era sinônimo de competência e aos alunos a responsabilidade de seremRead More…

Leia Mais...

A CRIATIVIDADE É FILHA DA DIVERSIDADE

A escola brasileira, pública ou particular, assassina a criatividade, uma vez que esta perspectiva inteligente abriga dois ingredientes imprescindíveis, sempre ausentes em nossas escolas. O primeiro fator da morte da criatividade advém de um currículo segmentado que impõe limites à expansão do pensamento e a fuga de uma trilha mental subserviente e rotineira. O segundoRead More…

Leia Mais...

SIMPLESMENTE BAMBU

Não posso me considerar conhecedor, mas aprecio plantas. Inúmeras vezes em minhas caminhadas pela serra ou pela praia me detenho encantado na observação de uma tímida folha ou de uma árvore serena com seu encanto esculpido pela lenta velhice. Essa apreciação, é preciso que se diga, nada tem de ecológica ou preservacionista: Muito antes dessasRead More…

Leia Mais...