AS AULAS “CHATAS” DE FÁBIO

O CASO: Fábio, professor de Língua Portuguesa, parece reunir todas as condições que se consideram essenciais a um bom educador. Excelente formação acadêmica, ávido leitor, pesquisador interessado e extremamente capaz de se solidarizar com os colegas é reconhecido por todos, inclusive pela maior parte de seus alunos, como uma “pessoa extremamente simpática”, com grande potencialRead More…

Leia Mais...

A HORA MÁGICA DO ENSINO DAS REGRAS

Existe algo mais fascinante que observar uma criança de seis a dez anos? Nessa idade, em que não se é mais criança, mas ainda se encontra distante de ser efetivamente adulto, o ser humano ganha aspectos de uma singularidade impar e, se humano não fosse, por certo receberia o aplauso de zoólogos e o estudoRead More…

Leia Mais...

AULAS, AULAS

A aula é o momento mágico da aprendizagem. Representa para qualquer escola o ícone que identifica seu valor, para os alunos o instante sublime das transformações, para o professor a expressão central de sua qualidade profissional. Escolas com aulas imperfeitas, alunos cujas aulas não os modifica, professores que não sabem fazer da aula o instanteRead More…

Leia Mais...

UM ATO DE AMOR

Hora do intervalo na escola estadual. Lá no pátio as crianças brincam, correm, brigam, conversam, paqueram. Na sala de professores, coloca-se assuntos em dia. Uns atualizam seus diários de classe, outros folheiam o jornal, a maioria conversa sobre o salário e tudo quanto ele jamais poderá comprar. De repente, a conversa é interrompida pelo ingressoRead More…

Leia Mais...